DATA: 28 de Janeiro de 2018
ARTISTA: Hate Embrace: "Revoluções"
GRAVADORA: Independente
PRODUTOR: Hate Embrace e Joel Lima
Hate Embrace: “Revoluções”
Compartilhe este Conteúdo

Hate Embrace é uma banda de Death Metal de Recife-PE, que está completando uma década de estrada à favor do bom e velho Underground Brasileiro!!!

Existe um movimento de resgate à nossa Cultura muito forte hoje no Brasil, enquanto grupos tentam imitar algumas bandas gringas, fazendo apologia aos deuses nórdicos e gregos, algumas bandas como Arandu Arakuaa e Tupi Nambha estão resgatando a nossa Cultura Indígena e dando voz à um povo tão oprimido, por outro lado surge o Hate Embrace com uma proposta de resgatar histórias sobre as batalhas ocorridas em Recife, mostrando o outro lado da moeda sobre essas revoluções.

Num país com tão pouco interesse à Cultura, mas, que acaba levando à uma juventude “acéfala”, sem interesse em algo realmente relevante, eis que surge bandas do naipe do Hate Embrace para resgatar um pouco da nossa história e mostrar uma visão mais aprofundada da situação e provocar a curiosidade dessa nova geração.

O EP “Revoluções” possui apenas 3 músicas, mas, traz uma característica única, que é mostrar seu Death Metal cantado em português com elementos bem interessantes musicalmente, com a adição de teclados, criando um clima pesado e tenso como uma revolução deve ser, é como se fosse um Rammstein ou um Ruoska fazendo Death Metal.

Sucessor do ótimo “Sertão Saga”, que contou a trajetória do herói-bandido “Lampião”, o EP “Revoluções”  é um ótimo aperitivo para o próximo álbum, o som da banda ficou grande demais apenas para o estado de Pernambuco, os caras já tocaram com bandas do porte de Assassin, Rotting Christ, Obituary e Marduk, mas, pelo que parece conseguirão muito mais…

Segue abaixo a história de cada faixa:

Guerra no nordeste do Brasil
As Batalhas dos Guararapes foram duas Batalhas ocorridas no Monte Guararapes, ao sul da cidade de Recife, sendo episódios decisivos para pôr fim às invasões holandesas no Brasil durante o século XVII. A primeira Batalha ocorreu em 19 de abril de 1648 e a segunda no dia 19 de fevereiro de 1649. Considera-se a primeira das Batalhas como a origem do Exército Brasileiro. Jaboatão dos Guararapes é um município brasileiro do estado de Pernambuco. É considerado o Berço da Nacionalidade do Exército Brasileiro por causa da expulsão dos holandeses, onde participaram tropas formadas por brancos, negros e indígenas.

À coroa tudo, ao povo nada
O contexto da revolução é marcado por uma crise econômica que se instaurou no Brasil devido à vinda
da família real para o Rio de Janeiro no ano de 1808.
Pernambuco sendo uma das capitanias mais ricas do país teve que pagar os mais altos impostos para sustentar a vida de luxo da Coroa Portuguesa; naturalmente isso causou um descontentamento geral por parte dos habitantes.
O descontentamento eclodiu na revolução que deu início a um governo provisório separatista. Durando pouco mais de três meses o levante foi abafado pelas tropas de Dom João VI culminando em uma sangrenta retaliação, muitos revoltosos foram presos e executados.

Setembrizada
Setembrizada foi uma revolta ocorrida no mês de setembro de 1831, pouco tempo após a renúncia de Dom Pedro I.
As condições eram degradantes para os aquartelados. Segundo Cícero Filgueira, Mestre em História pela UFRPE, boa parte dos novatos havia sido recrutado à força, do interior do Estado, sendo sequestrados à capital, para enfrentar problemas locais, como o dinheiro falso e os quilombolas do Catucá.
Somados à fome, à falta de necessidades básicas como água e onde dormir, os aquartelados do 14º Batalhão de Infantaria do Recife se amotinaram após ser noticiada a renúncia do Imperador e aterrorizaram a cidade, incendiando casas e assassinando quem estivesse no caminho, em 36 horas de terror.
Após serem rendidos pelo Brigadeiro Paula, parte dos revoltosos foi deportado a Fernando de Noronha, e parte foi fuzilada no descampado do Sítio Mondego, onde hoje é localizada a Praça Chora Menino.

Riffs contagiantes, uma cozinha acima da média, um vocal digno de bandas do mainstream e um flerte com Metal Avant-garde (teclados), que causam um impacto muito positivo ao ouvinte, além das mensagens serem de fácil compreensão, são músicas dignas dos melhores Stage Dives!!!

Cultura e o peso do melhor do Death Metal em um único lugar, ouça “Revoluções”!!! Obrigatório!!!

Porradaria da melhor qualidade!!!

Veja o Lyric Video de “À coroa tudo, ao povo nada“:

 

 

 

Integrantes:

George Queiroz – Vocal
João Paulo – Guitarra / Vocal
Júnior Vilar – Baixo / Vocal
Ricardo Necrogod – Bateria / Vocal
Vinícius Campos – Teclado / Vocal

Acessem:

https://www.facebook.com/HateEmbrace.BR/

 

 

Leave a Reply

2010 - 2017 rUmOrS mAg © All rights reserved.