DATA: 17 de setembro de 2017
ARTISTA: SCREAMS OF HATE: "Neorganic"
GRAVADORA: Independente
PRODUTOR: Henrique Baboom & Screams Of Hate
SCREAMS OF HATE: “Neorganic”
Compartilhe este Conteúdo

No dia em que eu tive o prazer de assistir ao evento ‘Vision Fest’ com as bandas Sangre e Dis-Ordher na Casa Rock em Campinas-SP, havia uma terceira banda que logo de cara me chamou à atenção pela sonoridade diferente das demais…

Essa banda se chama Screams Of Hate…

Imagine colocar num mesmo caldeirão Hardcore, Death, Thrash, Groove Metal com muita atitude e presença de palco… Para situar nossos leitores, seria algo bem próximo ao Devil Driver do Dez Fafara (Coal Chamber).

Essa comparação é a mais próxima devido a qualidade musical do grupo paulista (oriundo de Guarulhos-SP), pois, seria muito simplório querer rotulá-los à apenas um estilo, devido ao abrangente leque de opções que destilam através seus respectivos instrumentos e sua arte, é pesado, é denso e insano!!!

Com uma temática que abrange questões sociais e vivências pessoais, esse debut álbum “Neorganic” coloca em evidência todo o poder de fogo da banda, além de acrescentar várias reticências (…) ao futuro da banda, isso mesmo que você leu, existe aqui uma banda antenada na diversidade de estilos e comprometida simplesmente com a música pesada e a ótima capacidade de tornar isso em arte, e que pode ser fonte de inspiração para muitas bandas do Underground, pelo profissionalismo e pela capacidade de arrebanhar mais e mais ouvintes interessados em seu trabalho…

Depois de uma avalanche de bandas pouco ou nada interessantes, ao menos o Screams Of Hate consegue mudar um pouco esse cenário bitolado ao qual estamos observando atualmente, e graças à bandas como essa que conseguem pensar fora da caixa e olhar por cima do muro um horizonte muito mais abrangente em relação a boa música pesada, é que nós acreditamos no Underground Brasileiro!

A produção de Henrique Baboom em conjunto com a banda, trouxe bons exemplos de como a música pode ser simples e criativa, mas acima de tudo, sincera, convincente e contagiante…

Com uma capa bem chamativa e interessante, o significado de “Neorganic” seria como uma nova forma orgânica de encarar a vida e seus desafios.

Esse trabalho contou também com ótimas participações como:

– Marcelo Carvalho (Viella) na faixa “Depression”;
– Flavia Morniëtári (Hellarise) na faixa “Insane”;
– Junior Rodriguez (Viva Noite / Electric Age) na faixa “Remorse”;
– Bruno Luiz (Stormsons / Command6) na faixa “Follow”;
– Alexandre de Ório (Quarteto Kroma) na faixa “Concept”.

Difícil destacar uma ou outra faixa pela linearidade e ótima produção, mas, logo de cara você ouvir a faixa “Evil” te dará a certeza que todo o álbum valerá à pena… Eu por exemplo estou aqui ouvindo há dias no repeat infinito…

A única certeza é que pescoços ficarão doloridos de tanto banguear!!!

“Evil that makes no sense, Evil makes You think, Evil keeping the peace, Evil in all I see!!!”  –  Ouça a faixa “Evil” abaixo:

 

 

Ouça na íntegra o álbum “Neorganic” pelo Spotify:

Integrantes:

Alexandre Bovo – Guitarra
Clayton Bartalo – Vocal
Marcelo Toselli – Bateria
Vicente Moreno – Baixo / Vocal

Acessem:

https://www.facebook.com/screamsofhate/

 

 

Leave a Reply

2010 - 2017 rUmOrS mAg © All rights reserved.