DATA: 29 de Abril de 2019
ARTISTA: Uganga: "Servus"
GRAVADORA: Independente
PRODUTOR: Manu Joker & Gustavo Vasquez
Uganga: “Servus”
Compartilhe este Conteúdo

O dia 29/03/2019 foi marcado pelo lançamento do tão aguardado 5º álbum de estúdio da banda Uganga de MG, “Servus”.

Manu “Joker” Henriques que foi baterista de uma das bandas mais icônicas do Metal Nacional, o grupo mineiro Sarcófago em que atuou de 1988 à 1990 e hoje é o homem de frente da banda Uganga.

Uganga é uma banda underground que possui feitos muito contundentes dentro da sua história, são mais de 25 anos com uma discografia consistente e que melhora a cada lançamento e um DVD ao vivo “Manifesto Cerrado”, que mostra todo a versatilidade e força da banda, além de participar de vários festivais importantes dentro e fora do Brasil.

Em um evento organizado para jornalistas e convidados pela Assessoria Som do Darma no Espaço Som em Pinheiros/SP, a expectativa era grande quanto ao poder de fogo do novo trabalho.

Afinal não é qualquer banda que consegue incentivadores como o Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC) de Uberlândia/MG, além do Wacken Open Air o maior festival de metal do planeta, através da o Wacken Foundation, que conta com doadores do porte de Alice Cooper para se ter uma ideia.

Nesse ambiente intimista a banda colocou o público presente em suas mãos, durante a atmosfera da Intro “Anno Domini” a atenção foi totalmente focada para o palco e quando começaram a tocar a faixa que dá nome ao álbum a expectativa se tornou realidade, “Servus” é um puta álbum!!!

A interação entre público e banda já torna a banda uma entidade à parte, fora do padrão, o show não é só no palco e sim um todo, pois, são ondas sonoras em ritmos alucinados contra corpos pulando em transe…

O Uganga tem realmente uma base Thashcore, mas, a abrangência musical ultrapassa a fronteira do óbvio, as citações, as influências e brasilidade da banda explodem em batidas e riffs absolutamente contagiantes.

Esse caldeirão de estilos não poderia ser melhor, ainda mais em uma época em que tudo “têm que soar tradicional”, sendo que o Rock e o Metal sempre se mantiveram irrequietos e contestadores, sempre avesso ao status quo e a banda tem muito bem isso consigo.

“Servus” reune 13 faixas: “Anno Domini” (Intro), “Servus”, “Medo”, “O Abismo”, “Dawn”, “Imerso”, “7 Dedos”, “Couro Cru”, “Hienas”, “Lobotomia” (esse cover do Lobotomia ficou foda), “Fim de Festa”, “E.L.A.” e “Depois de Hoje…”.
O desenho da capa de “Servus” foi desenvolvido pelo artista pernambucano Wendell Araújo que já trabalhou com outras bandas de destaque como Ratos de Porão e Cólera.

“Servus” também reúne várias participações especiais, entre elas a de Flaira Ferro, notável dançarina e cantora pernambucana. Flaira divide os vocais com Manu Joker e Luiz Salgado – outro convidado bastante especial – na faixa “E.L.A.”.
“Só tenho a agradecer pelo convite da família Uganga. Foi muito lindo pra mim colocar na minha boca as palavras dessa letra que de alguma forma ressoam com o que eu acredito. E que a nossa função com a arte seja essa mesmo, de mandar a mensagem, fazer a galera pensar um pouquinho fora da caixa. Mais uma vez obrigada”, declarou a cantora que é autora de sucessos como “Curar de Mim”, “Coisa Mais Bonita” e o novo single “Revólver”.

Outra participação bastante peculiar em “Servus” é do grupo chileno de rap Lexico na faixa “Hienas” – que inclusive conta com trecho da letra em espanhol.
Também merecem destaques as contribuições do vocalista do Witchhammer, Casito Luz, em “O Abismo”, e do vocalista do John No Arms, Renato BT, em “7 Dedos”. Sem esquecer de citar colaborações ímpares como as do DJ Eremita, o saxofonista Marco Melo, Fábio Marreco e do espiritualista Sr. Waldir.

Acho difícil hoje em dia poder ouvir um álbum do começo ao fim sem enjoar de algumas músicas, já “Servus” mantém a qualidade do começo ao fim, não há como destacar uma ou outra faixa, é música boa e porrada do começo ao fim!

Antes de se manter no caminho do “gado”, ouça “Servus”! É obrigatório para qualquer ser que possua um mínimo de massa cinzenta!
“…errados somos nós, massa de manobra, não mais que servos!…”

 

Ouça faixa a faixa do álbum “Servus” no Spotify:

Confiram um pouco do que rolou durante a festa de lançamento nos vídeos abaixo:

 

Integrantes:

Manu Joker – Vocal
Christian – Guitarra
Thiago – Guitarra
Murcego – Guitarra (durante as gravações, após foi substituído por Lucas Carcaça)
Ras – Baixo / Vocal
Marco – Bateria

Acessem:

https://www.youtube.com/user/ugangamg
https://twitter.com/uganga
http://www.uganga.com.br/
https://www.facebook.com/ugangaband/

Gestão Cultural: Som do Darma

 

Leave a Reply

2010 - 2018 rUmOrS mAg © All rights reserved.