DATA: 7 de Janeiro de 2018
ARTISTA: Underdog: "Underdog"
GRAVADORA: Paraíso / Monstro Discos
PRODUTOR: Rodolfo Campos
Underdog: “Underdog”
Compartilhe este Conteúdo

Um Bluesman com uma pegada Hard Rock, um solitário convicto, mas, que leva a risca sua verve Rock and Roll à patamares interessantes, às vezes introspectivo, ora explosivo, mas, sempre com sua guitarra em punho…

Essa é minha percepção para o som do Underdog, banda de Goiânia-GO que apresenta seu primeiro álbum de estúdio.

Ao que tudo indica Rodolfo Campos é o faz tudo da banda, gravou, produziu e tocou todos os instrumentos, exceto a bateria que ficou à cargo de Washington Micena, o som te remete ao Tradicional Blues, mas, com toques de Hard Rock Setentista, ás vezes lembra alguma coisa de Dylan como na faixa “Looks Can Be Defeating”, o mais legal é que parece que você está ouvindo algo oriundo dos anos 70 mesmo, soa saudosista e é como se você já tivesse aquela familiaridade com a música do Underdog.

Com a estréia do álbum homônimo fica aquela sensação de que essa essa é a minha banda preferida de Hard/Blues desde sempre, mas, é algo novo… É um paradoxo interessante, o som que você sempre curtiu acabou de ser lançado… rsrsrs… Mas, realmente é essa a pegada, músicas fáceis de ouvir e sem reinventar a roda, mas, com personalidade e feitas com o prazer te tocar oque gosta!

Esse álbum trás 9 faixas muito fáceis de serem digeridas e absorvidas, “Nasty Dog” soa pesada e abre a bolachinha de forma competente com seu ótimo Hard Rock; “On My Own” dá aquela quebrada e nos mostrando uma vibe mais dançante; “Only In It For The Thunder” que música… eu usaria como promo single fácil, o refrão grudento é algo próximo de bandas Heavy/Progressivas do final dos anos 70 e início dos 80; “Encore” e sua bela intro te prepara para uma ótima viagem que passa pela facilidade de um som próximo do Rockabilly com um ótimo trampo de guitarra; “Blues Up” anos 70 total e é uma balada sensacional; destaque também para as faixas “Let It Show” e “Swagger”, mas, achei bem interessante a faixa “Hang Up” que foge um pouco do conceito do álbum me lembrando algo como o som da banda All The Saints; realmente um disco que merece atenção!

O álbum é em digipack e o encarte e capa muito bem elaborados, simples e interessante, acho que ainda ouviremos falar muito do Underdog…

Integrantes:

Rodolfo Campos: Vocal / Guitarra / Violão / Baixo / Teclado
Washington Micena: Bateria

Acessem:

https://www.facebook.com/underdogrockband/

 

 

 

Leave a Reply

2010 - 2018 rUmOrS mAg © All rights reserved.