Medrar – Labirinto
de on janeiro 7, 2017 dentro
Compartilhe este Conteúdo

Medrar – Labirinto

Vídeo por Marina Hungria (http://www.youtube.com/user/marihermana)

http://www.facebook.com/medrartudo

Não sei se isso tem valor
A vida é tinta colorida na parede azul de dor
Em meio a compassos e fetos de plástico
Cirurgicamente pintados sem rancor
Quero voltar pro meu lugar de terra cinza e fina
Fugir da babilônia
Tempo de gente presa e oprimida

E aquela história sua
De existência insegura e tão fugaz
Eu ando a pé na rua
Sem desviar do meu caminho pra não tropeçar
Nessas pessoas sem carona que só sabem cantar

Desiguais sempre caminham
Sob as luzes amarelas só caminham

Rindo da dança lá fora
Rindo do labirinto aqui dentro
No primeiro dia do último ano
Iluminando os caminhos
Os caminhos me cegando

Leave a Reply

2010 - 2017 rUmOrS mAg © All rights reserved.